História da Associação Universalista Luz de Aruanda

Home / História da Associação Universalista Luz de Aruanda

Há mais ou menos 33 anos, uma menina de 14 anos, chamada Silmara Bonanno começou a apresentar sintomas estranhos. O diagnóstico constatado foi mediunidade, assim, ela foi encaminhada a um centro de Umbanda. Deste modo inicia sua trajetória pela busca espiritual. Silmara passa por diversas instituições umbandistas, e que por motivos pessoais não a completavam como ser humano, então decide iniciar um grupo dentro de sua própria casa.

Silmara Bonnano, fundadora do Luz de Aruanda em São Paulo.

Acertos, desacertos, alegrias, lágrimas, amigos e desafetos foram alguns dos ingredientes, mas os principais elementos foram: a dedicação, o trabalho, a entrega e o amor incondicional pelo próximo. Sob a liderança de Ogum Sete Ondas na disciplina, do Caboclo Sete Estrelas na direção mediúnica, a querida baiana Maria Thereza na evangelização, Pai Benedito de Angola na cura e também na implantação da humildade e a Mariazinha com sua alegria e espontaneidade, sempre protegidos pelos maravilhosos guardiões Irmãos Francisco e Priscila trazendo a orientação transparente que formaram o verdadeiro alicerce da casa.

Jaqueline Caldart, fundadora da Associação Luz de Aruanda Sul, conheceu Silmara aos 14 anos no colegial. Porém, a vida separou as duas amigas, que só foram se reencontrar em 1989, quando a Jake voltou à São Paulo. Numa visita ao trabalho de atendimento da Baiana Maria Thereza, a vovó disse: “Pode na próxima semana vir com a roupa branca para trabalhar.” Jaqueline riu, pois não era médium, e até aquele instante nenhum fenômeno havia acontecido com ela.

Com determinação chegou no outro dia com a roupa pronta para o trabalho mediúnico e em 6 meses as entidades se desenvolveram na incorporação. Em um ano Jaqueline já estava na posição, que chamamos na Umbanda, cambone, de grande importância já que auxilia na organização dos trabalhos de cada sessão. A casa naquela época se chamava Terreiro de Umbanda Caboclo Sete Estrelas. Entretanto numa noite uma amiga sonhou com o nome Luz de Aruanda, e com a aprovação do Caboclo e da Silmara o nome foi modificado. Para esclarecer: Aruanda quer dizer local no Astral Superior onde os espíritos trabalhadores da Umbanda se concentram, estudam e trabalham. E foi por 8 anos ao lado desta irmã e outros amigos, que Jaqueline estudou o espiritismo e desenvolveu a mediunidade com muito amor e humildade.

Deus na sua infinita sabedoria tinha outra caminhada guardada para Jake, e virou completamente sua vida e de sua família. Saiu de São Paulo, foi para Santa Catarina, mas foi em 28 de setembro de 1998 que ela colocou seus pés em terras gaúchas e se mudou para Canoas. Em 2 de novembro do mesmo ano Mary Suzana, cambone e vice-presidente da Associação Universalista Luz de Aruanda Sul, se mudava para a casa ao lado. De início firmaram grande amizade que vai além do espiritual.

Foi em fevereiro de 1999 que Jaqueline, sua filha Carol e a Dra. Euzébia iniciaram o estudo do evangelho em sua própria casa. Logo depois Mary completou o grupo, e outras pessoas foram aderindo aos trabalhos como Helena, Dione, Ana Paula, Dani Capilheira, Alvina, Dona Cecília, Cris Hullan, Ritinha… Por fim a garagem da casa da Jake de dia era atelier de pintura, nas quartas-feiras era Centro Espírita.

Mary Suzana e Jaqueline Caldart, fundadoras da Associação Universalista Luz de Aruanda.

Em maio de 2000 o Luz de Aruanda mudou de endereço pela primeira vez. A Rua Tancredo Neves novamente era o local escolhido, e numa lojinha alugada é que a Jake e a Mary decidiram dar sequência aos trabalhos que já não mais cabiam numa garagem. Em cerca de um ano todo o salão da pequena loja já estava lotado.
Em 9 de julho de 2001 fundou-se a Associação Espírita Luz de Aruanda, assim começaram a preparar o grupo de médiuns, com cursos, estudos, trabalhos e principalmente organização. Só para lembrar os atendimentos começaram na garagem uma vez por semana, depois aumentando para duas vezes, em 2008 já eram seis dias, e agora em 2011 os trabalhos completam os sete dias da semana.

Com o passar do tempo pessoas especiais foram se aproximando, fortalecendo e acreditando no trabalho e na caminhada de polimento do espírito e gradativamente foram abrindo outros trabalhos. Em novembro de 2007 surgirá juridicamente a Associação Universalista Luz de Aruanda.

E por fim, o Luz mudou de endereço por definitivo. Em 29 de janeiro de 2009 a nova sede foi inaugurada na mesma Rua Tancredo Neves e permanece até hoje aberta para quem busca ajuda espiritual.

“Esta é a Casa Luz que vocês construíram no Astral Superior com amor e pediram a Deus Pai para fazer parte antes de reencarnar e, no plano material com muito trabalho, horas sem sono, stress, mas com muita alegria, respeito e amizade, com trabalho de formiguinha a levantaram no plano físico. Pois a Casa Luz é feita de seres humanos e não de santos ou anjos, pessoas com defeitos e vícios ainda a serem superados que continuam buscando ferramentas para o autoconhecimento, conscientes de que devemos utilizar principalmente em nós mesmos a reforma íntima. É a família que podemos escolher e manter, feita de 185 pessoas diferentes em caráter, costumes, hábitos e vícios e que escolhemos chamar de irmão de fé e de caminhada.

Muitas vezes sozinha à noite chorei escondida, pensei em desistir, tive muito medo de ter tomado o caminho ou decisão errada, me senti responsável tanto pelos mais empenhados nesta obra como pelos mais distantes dela, mas hoje olhando o resultado me confirma que o Divino Pai nos carregou no colo, e a mim principalmente. Obrigada Senhor.

Eu alma, me sinto honrada de ter participado desta caminhada e gostaria de dizer que vocês é que construíram este prédio e esta associação, e nela todos podem entrar. Que nós saibamos manter a humildade, a alegria e principalmente a fé em Deus, seguindo o exemplo de Jesus Cristo, e fortalecidos e amparados por todas as falanges da Umbanda. Pois nós do Luz de Aruanda, Os Luzeiros, com muito amor e orgulho escolhemos a bandeira da Umbanda pra carregar.”

Parte do discurso de inauguração da Associação Universalista Luz de Aruanda feita por Jaqueline Caldart em 29 de janeiro de 2009.História da Associação Universalista Luz de Aruanda